sábado, 22 de março de 2008

Último livro que li...

Nunca foi segredo para ninguém o meu amor pelos animais. Não lembro de ter passado um único dia em toda minha vida sem um bichinho ao lado.
Para muita gente é loucura ter num apartamento 2 gatas persas e um cachorro, mas o que eles dão de amor incondicional compensa qualquer outro tipo de trabalho que possam dar.
Há cerca de 2 anos atrás, fiz uma cirurgia para retirar o apêndice. Quando tive alta hospitalar, ainda precisei permanecer em repouso por alguns dias e por essa razão ficava deitada na minha cama. O Baby, nosso cachorro, ficava deitado ao meu lado e não permitia a aproximação de ninguém, ele literalmente cuidou de mim. Sabia, acho que por instinto, que eu estava doente e quis me proteger.
Mas na realidade, decidi escrever este post por causa de um livro que terminei de ler hoje de manhã, chamado "De Bagdá, com muito amor"e que foi escrito pelo Tenente -coronel Jay Kopelman, que encontrou um filhotinho de cachorro numa casa abandonada em Faluja, no Iraque.
É impossível ler e não se envolver com a história. O Tenente-coronel Kopelman desrespeita as regras e procura de todas as formas resgatar Lava (este foi o nome dado à ele pelos soldados) e mandá-lo para os EUA, para que não seja abandonado a própria sorte. Não vou contar tudo, porque pode ser que você queira ler o livro e se eu contar o fim perde toda a graça!!!
Se você, gosta de animais, leia este livro e se não gosta, leia também, pois sempre é interessante!!!!

2 comentários:

Aninha disse...

Boa Noite Mamãe!
Mamãe é mesmo
amanhã já é a Páscoa!
Bejinhos Aninha

Aninha disse...

Olá Mamãe como vai Mamãe vim aqui desejar a nossa família uma páscoa chei de:amo,paz e carinho Eu te amo Bejinhos Aninha