sexta-feira, 7 de março de 2008

Vai aqui um recadinho...

Meio que releguei este blog nos últimos 10 dias, porém não foi porque quis, mas porque tive uma tempestade de situações absurdas!!!! Mas vai aqui um recadinho para a pessoa que sabe quem é!

Não sou uma pessoa que fica esperando que tudo caia do céu! Sempre fui à luta! Trabalho e esforço nunca fizeram mal à ninguém, muito pelo contrário! E sou uma prova viva disso, construí uma carreira sólida sózinha, com respeito e reconhecimento dos outros profissionais da equipe pan-disciplinar que atuam comigo! Meu dinheiro (o pouco, como milhões de brasileiros, que tenho) é fruto do meu trabalho.

Não sou, de maneira alguma, mimada e egoísta, não fico "chopinzando" mãe e pai, não levo uma vida de aparências, não sou rata de academia e não sou pseudo-intelectual! Mas sou feliz! Primeiro, porque posso exercer minha profissão, uma vez que tenho registro no meu conselho regional, em segundo, porque sou casada, e eu e meu marido dentro do que é a vida de um casal, tentamos viver na melhor harmonia possível, e, em terceiro, porque tenho uma filha maravilhosa, que com certeza ninguém tem igual! Ah, e sem falar da minha família, que é simplesmente sensacional, presente e solidária! Que fique aqui o registro prá você que pensou que sou filha de chocadeira...

Inveja? Não, não tenho! Inveja é um sentimento tão pequeno, tão inferior, que não confere com tudo o que tenho de bom e que as coisas ruins que têm acontecido só me fizeram valorizar. Me canso, sim, algumas vezes, como todo guerreiro! Me desanimo? Claro! Sou um ser humano e nem tão jovem assim. A luta que vem se extendendo nestes últimos 4 anos, minaram, e muito, as minhas forças e só quem tem coragem de batalhar é quem sabe o que é isso. Veja bem, não lutas imaginárias, são bem reais (o câncer da minha mãe é um ótimo exemplo).

Que bom que você tem tudo fácil, de mão beijada, aproveite bem. Porém o sabor das coisas conquistadas é muito melhor! Mas muito mesmo. Mas acho que você não quer saber o que é isso! Por que tem que suar e suar não é bonito, não é mesmo? E tem que dar a cara a tapa, sempre preparada para não receber só elogios ao seu talento( carinha bonita ou corpo malhado não são pré-requisitos). Mas eu gosto, e como, de saber que pude fazer uma coisa ou outra com meu próprio esforço e ver o resultado! Se for satisfatório, então...
Então, cuide da tua própria vida, cuide do teu caminho, procure ter tuas próprias conquistas, até para que possa, um dia, usar como exemplo para teus filhos (se os tiver). Ter o que contar é importante!!!!!

Só uma coisa faltou te falar: nunca mais, mas nunca mais mesmo, maltrate minha mãe, não dê uma de "boa"interferindo em alguma conversa que ela estiver tendo com a tua! Principalmente se não foi ela que provocou o assunto. Lembre-se, não sou filha de chocadeira e minha mãe só fez o que qualquer mãe faria: defender um(a) filho(a). Mas você não o que é isso, já que nunca foi mãe.
Nos deixe em paz, definitivamente.

Um comentário:

rosamaria disse...

ola amiga lekka,
post forte este!
é pena q tenha tirado o q escreveram pois estou mesmo a ver q foi a "peste bichona ressabiada" a quem o post é dedicado.
beijinhos e tudo de bom
rosamar

(nunca mais me disse o q aconteceu aos pensamentos...)